Qual a Diferença entre Lucro Contábil e Lucro Tributável

Hoje vamos falar um pouco sobre esses dois tipos de lucros, dois regimes muito importantes, pois, o lucro contábil atinge diretamente o bolso dos donos e acionistas das empresas, já o Lucro Real ou Lucro Tributável é mais conhecido internacionalmente.

Continue conosco e entenda.

O Lucro tributável é ligado à remuneração do Fisco, logo no nosso país ele é a base de cálculo do IRPJ e da CSLL, que são os chamados Impostos Diretos.

Nós do Jornal Contábil vamos esclarecer as principais diferenças entre o lucro contábil e o lucro real que também é conhecido como Lucro Tributável. Confira!

Lucro Contábil 

Este trata-se de um lucro apurado sobre a Demonstração do Resultado do Exercício, portanto após ser conflitado as receitas com as despesas da empresa será apurado o lucro, se a empresa for do regime Lucro Real, será descontado os Impostos de Renda da Pessoa Jurídica e também a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, o resultado disto será o Lucro Contábil ou Lucro Líquido da Empresa.

Lucro Tributável 

Este lucro é diferente do lucro contábil.

No nosso país existem muitas normas que não é permitido qualquer tipo de despesa como dedutível, bem como os tipos de receita ou ganhos não tributáveis.

Isto ocorre com o objetivo de evitar que as empresas façam algum tipo de esquema para pagar menos impostos ilegalmente.

O cálculo do lucro real é feito em cima do lucro contábil, com isso depois da apuração do Lucro contábil é feita a adição das despesas indedutíveis e também das receitas não tributáveis.

Você sabe o que é uma despesa indedutível? 

Esta não é aceita para reduzir o lucro que será tributado e por isso no momento que está sendo feita a apuração do Lucro Real, o mesmo será adicionado para sofrer tributação.

Veja abaixo dois exemplos de despesas indedutíveis

  • Para ficar mais fácil de você entender, suponhamos que você tem uma empresa e a mesma pretende fazer uma doação para uma pessoa ou até mesmo outra empresa, ressaltando que nada te impede de fazer tal doação, mas essa despesa será da empresa que não poderá reduzir o lucro que será tributado (será adicionado);
  • As empresas que disponibilizam carros para uso dos sócios, logo os gastos deste veículo que não está relacionado a atividade da empresa, não poderá reduzir o lucro que será tributado.

O que é Receita não tributável? 

De acordo com a Lei esta não pode sofrer tributação e por tal motivo é excluída da contagem do lucro que será tributado.

Neste caso vamos citar duas situações como exemplo:

  • Se a sua empresa receber lucros ou dividendos, sendo que o mesmo já foi tributado pelas pessoas jurídicas que os distribuíram, logo não poderão fazer parte do lucro que será tributado;
  • A segunda situação é quando ocorre um aumento no valor de patrimônio de investimentos, consequência de uma variação na porcentagem de participações em empresas coligadas ou controladas;

Conclusão 

Quando for feito todas as adições e exclusões em cima do lucro contábil, logo chegará no valor do Lucro real que é o mesmo do lucro tributável, o mesmo será para o cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

Por Laís Oliveira

Fonte: Rede Jornal Contábil .

Qual a Diferença entre Lucro Contábil e Lucro Tributável

Hoje vamos falar um pouco sobre esses dois tipos de lucros, dois regimes muito importantes, pois, o lucro contábil atinge diretamente o bolso dos donos e acionistas das empresas, já o Lucro Real ou Lucro Tributável é mais conhecido internacionalmente.

Continue conosco e entenda.

O Lucro tributável é ligado à remuneração do Fisco, logo no nosso país ele é a base de cálculo do IRPJ e da CSLL, que são os chamados Impostos Diretos.

Nós do Jornal Contábil vamos esclarecer as principais diferenças entre o lucro contábil e o lucro real que também é conhecido como Lucro Tributável. Confira!

Lucro Contábil 

Este trata-se de um lucro apurado sobre a Demonstração do Resultado do Exercício, portanto após ser conflitado as receitas com as despesas da empresa será apurado o lucro, se a empresa for do regime Lucro Real, será descontado os Impostos de Renda da Pessoa Jurídica e também a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, o resultado disto será o Lucro Contábil ou Lucro Líquido da Empresa.

Lucro Tributável 

Este lucro é diferente do lucro contábil.

No nosso país existem muitas normas que não é permitido qualquer tipo de despesa como dedutível, bem como os tipos de receita ou ganhos não tributáveis.

Isto ocorre com o objetivo de evitar que as empresas façam algum tipo de esquema para pagar menos impostos ilegalmente.

O cálculo do lucro real é feito em cima do lucro contábil, com isso depois da apuração do Lucro contábil é feita a adição das despesas indedutíveis e também das receitas não tributáveis.

Você sabe o que é uma despesa indedutível? 

Esta não é aceita para reduzir o lucro que será tributado e por isso no momento que está sendo feita a apuração do Lucro Real, o mesmo será adicionado para sofrer tributação.

Veja abaixo dois exemplos de despesas indedutíveis

  • Para ficar mais fácil de você entender, suponhamos que você tem uma empresa e a mesma pretende fazer uma doação para uma pessoa ou até mesmo outra empresa, ressaltando que nada te impede de fazer tal doação, mas essa despesa será da empresa que não poderá reduzir o lucro que será tributado (será adicionado);
  • As empresas que disponibilizam carros para uso dos sócios, logo os gastos deste veículo que não está relacionado a atividade da empresa, não poderá reduzir o lucro que será tributado.

O que é Receita não tributável? 

De acordo com a Lei esta não pode sofrer tributação e por tal motivo é excluída da contagem do lucro que será tributado.

Neste caso vamos citar duas situações como exemplo:

  • Se a sua empresa receber lucros ou dividendos, sendo que o mesmo já foi tributado pelas pessoas jurídicas que os distribuíram, logo não poderão fazer parte do lucro que será tributado;
  • A segunda situação é quando ocorre um aumento no valor de patrimônio de investimentos, consequência de uma variação na porcentagem de participações em empresas coligadas ou controladas;

Conclusão 

Quando for feito todas as adições e exclusões em cima do lucro contábil, logo chegará no valor do Lucro real que é o mesmo do lucro tributável, o mesmo será para o cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

Por Laís Oliveira

Fonte: Rede Jornal Contábil .

Start typing and press Enter to search